sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

A IGREJA DE ÉFESO - A IGREJA APOSTÓLICA (30 - 100 d.C) Apocalipse 2:1-7

http://1.bp.blogspot.com/-SLWaebKvs2Q/TmO4y1yNuOI/AAAAAAAAAQw/jO0KjI4YMYU/s1600/7+Igrejas+do+Apocalipse+-+Efeso.jpg


  1. Ao anjo da igreja de Éfeso escreve: Estas coisas diz aquele que conserva na mão direita as sete estrelas e que anda no meio dos sete candeeiros de ouro:
  2. Conheço as tuas obras, tanto o teu labor como a tua perseverança, e que não podes suportar homens maus, e que puseste à prova os que a si mesmos se declaram apóstolos e não são, e os achaste mentirosos;
  3. e tens perseverança, e suportaste provas por causa do meu nome, e não te deixaste esmorecer.
  4. Tenho, porém, contra ti que abandonaste o teu primeiro amor.
  5. Lembra-te, pois, de onde caíste, arrepende-te e volta à prática das primeiras obras; e, se não, venho a ti e moverei do seu lugar o teu candeeiro, caso não te arrependas.
  6. Tens, contudo, a teu favor que odeias as obras dos nicolaítas, as quais eu também odeio.
  7. Quem tem ouvidos para ouvir, ouça o que o Espírito Santo diz às igrejas: Ao vencedor, dar-lhe-ei que se alimente da árvore da vida que se encontra no paraíso de Deus.
A igreja de Éfeso foi fundada por Paulo, ao final de sua segunda viagem missionária, conforme Atos 18:19-20:
"E chegou a Éfeso, e deixou-os ali; mas ele, entrando na sinagoga, disputava com os judeus. E, rogando-lhe eles que ficasse por mais algum tempo, não conveio nisso."

Esta igreja era situada na cidade de Éfeso, tida como uma cidade entregue à adoração da deusa Ártemis. A igreja de Éfeso é considerada uma das mais excelentes igrejas da época do Novo Testamento.

Perfil da Igreja de Éfeso

A Igreja de Éfeso é a única das sete igrejas, mencionadas em Apocalipse, que faz referências a apóstolos. Esta é a razão pela qual a mensagem Jesus Cristo se dedica a todas as igrejas apostólicas do século I, e não somente a esta igreja. Por esta razão, a igreja de Éfeso é considerada a igreja apostólica ou igreja primitiva.
O período efésio, ou apostólico, iniciou desde o dia de Pentecostes (perto do ano 30 d.C) e durou até 100 d.C.
O nome "Éfeso" quer dizer "desejado". Portanto, esta era e é a igreja desejada pelo Senhor Jesus. É assim que devemos trabalhar para tornar nossas igrejas tão desejadas como a de Éfeso.
A igreja de Éfeso pregou o evangelho por todo o mundo, conforme Romanos 10:18:
"Mas digo: Porventura não ouviram? Sim, por certo, pois Por toda a terra saiu a voz deles, E as suas palavras até aos confins do mundo."
A igreja primitiva conseguiu propagar o evangelho de uma maneira fenomenal, e há um detalhe muito importante a ser citado: este êxito se deve ao ministério de judeus convertidos. Hoje, a igreja, ao redor do mundo, é composta também por não-judeus.
E mesmo assim, considerando os meios de comunicação poderosos existentes hoje, ainda se perde em eficiência na propagação do evangelho, se comparado à igreja primitiva.
"Ao anjo da igreja de Éfeso escreve: Estas coisas diz aquele que conserva na mão direita as sete estrelas e que anda no meio dos sete candeeiros de ouro: "
Jesus fala a João em sua visão, e caminha entre os sete candeeiros de ouro, ou seja, caminha entre as sete igrejas. Jesus está sempre à disposição da igreja.
Os elogios de Jesus Cristo à Igreja de Éfeso
  • A igreja de Éfeso é uma igreja trabalhadora
" Conheço as tuas obras, tanto o teu labor como a tua perseverança..."
Quando servimos a Jesus Cristo, estamos trabalhando para Ele. É uma tarefa muito gratificante, mas acima de tudo é uma tarefa de extrema responsabilidade, conforme Mateus 10:42:
"E qualquer que tiver dado só que seja um copo de água fria a um destes pequenos, em nome de discípulo, em verdade vos digo que de modo algum perderá o seu galardão."
Jesus reconhece que a Igreja de Éfeso tem esta característica de servi-Lo com amor e dedicação. Este é um exemplo de qual comprometimento com Cristo que devemos trazer para nossas vidas. Se cada um de nós agir assim, estaremos acelerando a segunda vinda de Cristo. Jesus sempre reconhece a nossa dedicação a Ele (Mateus 10:39):
"Quem achar a sua vida perdê-la-á; e quem perder a sua vida, por amor de mim, achá-la-á"
  • A Igreja de Éfeso é separada por Deus
" ... e que não podes suportar homens maus..."
O termo "santo" significa "separado". E esta característica da igreja de Éfeso chama muito a atenção, porque mostra que ela não suportava os maus cristãos. Ou seja, aqueles que não serviram a Jesus Cristo com seriedade, não eram realmente santos, não eram considerados membros genuínos da igreja primitiva. A Igreja de Éfeso seguia seriamente a ordem dada pelo Espírito Santo de Deus, em Romanos 16:17:
"E rogo-vos, irmãos, que noteis os que promovem dissensões e escándalos contra a doutrina que aprendestes; desviai-vos deles."
Portanto, toda igreja jamais deverá perder a seriedade e o compromisso com a Palavra de Deus.
  • A igreja de Éfeso é uma igreja pura em servir a Deus
" ... e que puseste à prova os que a si mesmos se declaram apóstolos e não são, e os achaste mentirosos;"
A igreja de Jesus Cristo deve prestar muita atenção a esta mensagem, porque muitos falsos apóstolos, disfarçados de servos, vão de igreja em igreja, semeando a divisão, a destruição e estão a serviço de Satanás. São inimigos de Cristo. Preste atenção ao que Jesus disse em Mateus 13:38:
"O campo é o mundo; e a boa semente são os filhos do reino; e o joio são os filhos do maligno."
Estamos vivendo um "modismo" em igrejas atuais onde somente se prega a prosperidade financeira. Infelizmente, alguns líderes de Igreja se aproveitam do evangelho para literalmente extorquir dinheiro dos membros.
Muito cuidado! Obviamente, Deus quer nossa prosperidade financeira, mas acima de tudo, Deus quer o nosso compromisso em servi-Lo de maneira completa, plena. Deus quer comprometimento, seriedade de nossa parte. Ele quer que O busquemos pelo que Ele é, não somente pelo que Ele pode fazer para resolver nossos problemas. Estamos centralizando o evangelho em nós, ao invés de centralizá-lo em Deus, o que é muito grave.
Isto é um dos problemas que afasta a Igreja atual do povo de Deus, o que caracteriza a Igreja de Laodicéia, ou a igreja apóstata (afastada de Deus), que estudaremos mais adiante. Esta característica da igreja atual tende a aumentar até a segunda vinda do Senhor Jesus.
  • A igreja de Éfeso é uma igreja sofrida por causa do nome de Jesus Cristo
" e tens perseverança, e suportaste provas por causa do meu nome, e não te deixaste esmorecer."
Este versículo deixa claro que a igreja de Éfeso pagou um preço alto por ser fiel em cumprir à risca o que Jesus determinou em Marcos 16:15:
"E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura."
Mesmo assim, Jesus reconhece e elogia a perseverança e a fidelidade da igreja primitiva em seguir seus mandamentos. A Igreja de Éfeso não desanimou em nenhum momento.
  • A igreja de Éfeso é uma igreja que tem a MESMA visão de Jesus Cristo
" Tens, contudo, a teu favor que odeias as obras dos nicolaítas, as quais eu também odeio."
A palavra "nicolaíta" vem da junção de duas palavras gregas:
    • niko - conquistador
    • laos - povo
Significa, então, que o objetivo dos nicolaítas era conquistar o povo, centrar os princípios da igreja nos homens, e não em Deus. Os nicolaítas praticavam a sensualidade, separando completamente a natureza física da espiritual, abrindo falsa justificativa para, ao mesmo tempo se poder pecar livremente, e estabelecer uma hierarquia eclesiástica dentro da igreja.
Isto obviamente era abominável aos olhos de Jesus. E Jesus reconhecia e concordava com a Igreja de Éfeso a respeito deste fato. Se compararmos as atitudes dos nicolaítas com a igreja atual, vemos que este fenômeno ainda continua, e com muito mais força. A igreja de Pérgamo aceitou nicolaísmo como normal (Apocalipse 2:15):
"Assim tens também os que seguem a doutrina dos nicolaítas, o que eu odeio."
Existe uma grande preocupação em várias igrejas atuais em se estabelecer uma hierarquia eclesiástica, para se justificar o pecado como sendo normal e aceitável.

A condenação de Cristo à Igreja de Éfeso
" Tenho, porém, contra ti que abandonaste o teu primeiro amor."
Jesus aponta apenas esta condenação à Igreja de Éfeso: o fato dela ter se afastado da originalidade do amor verdadeiro a Jesus Cristo. Eles amavam muito a Jesus, porém, foi perdendo a espontaneidade do chamado "primeiro amor", ou o verdadeiro amor a Jesus.
A essência da vida cristã está exatamente na experiência do primeiro amor. Quando este primeiro amor começa a se transformar em rotina diária, é um sinal de alerta de que a verdadeira experiência cristã está se esfriando. O segredo é fazer o efeito do primeiro amor permanecer em nossas vidas.
O conselho de Jesus Cristo à Igreja de Éfeso
"Lembra-te, pois, de onde caíste..."
Jesus alerta a Igreja de Éfeso para que ela se recorde do ponto onde o primeiro amor esfriou. Este é um conselho também para nós, para que possamos detectar os pontos que nos afastam da comunhão verdadeira com Deus.
"arrepende-te..."
Sempre que caímos, a atitude que Jesus espera de nós é que reconheçamos a nossa falha e nos arrependamos, para que Ele possa nos perdoar e nos levantar novamente. Também é este o conselho de Jesus à Igreja de Éfeso.
"e volta à prática das primeiras obras; e, se não, venho a ti e moverei do seu lugar o teu candeeiro, caso não te arrependas."
Cristo aconselha à igreja primitiva que a mesma volte a praticar as obras que a reconheça como a igreja "desejada" Dele. Jesus nos dá este mandamento em João 14:15:
"Se me amais, guardai os meus mandamentos."
O desafio de Jesus Cristo à Igreja de Éfeso
" Quem tem ouvidos para ouvir, ouça o que o Espírito Santo diz às igrejas:"
O desejo de Cristo é que sejamos cristãos sensíveis ao que o Espírito Santo tem a nos dizer. Além disto, o desafio de Cristo é que sejamos praticantes da Palavra, além de ouvintes (Tiago 1:22):
"E sede cumpridores da palavra, e não somente ouvintes, enganando-vos com falsos discursos."
" Ao vencedor, dar-lhe-ei que se alimente da árvore da vida que se encontra no paraíso de Deus."
A árvore da vida, é sem dúvida, a mesma que Deus havia proibido Adão e Eva logo depois de pecarem. Ela simboliza a vida eterna, a qual está destinada a todos que colocam sua confiança no Senhor (Apocalipse 22:2):
"No meio da sua praça, e de um e de outro lado do rio, estava a árvore da vida, que produz doze frutos, dando seu fruto de mês em mês; e as folhas da árvore são para a saúde das nações."
Jesus menciona "ao vencedor...". E quem são os vencedores? A resposta está em 1 João 5:4-5:
"Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé. Quem é que vence o mundo, senão aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus?"

FONTE http://www.tempodofim.com/



Nenhum comentário:

Postar um comentário